G-3M4VR7FCS4
 
Energia Sustentável

ENERGIA

pipipitchu-02.png

Atualmente, a matriz elétrica brasileira está dividida em hidrelétrica (64%), térmica (26%), eólica (8%), nuclear (1%), e solar (1%), segundo a Aneel. Até 2027, o Brasil vai aplicar mais de R$ 2 trilhões na geração de energia com uma tendência de crescimento para as fontes de energia renováveis. Os investimentos podem representar uma economia inicial de 14% nos gastos com eletricidade. Além disso, o Brasil já conta com parcerias realizadas com o setor privado que abrangem além da energia renovável e não renovável, setores como os de transmissão e distribuição de eletricidade.